A Crise dos Refugiados: A resposta da União Europeia Uma Odisseia sem Ítaca

Palavras-chave: crise migratória; segurança; integração europeia

Resumo

A União Europeia enfrenta hoje uma série de desafios não só económicos mas também políticos e de segurança, tais como a atual crise migratória e de refugiados, uma crise sem precedentes desde o fim da Segunda Guerra Mundial.
O poder da União como potência coletiva e pacífica e com poder económico significativo assume uma importância fundamental para a resolução estrutural da crise migratória atual. Contudo, a falta significativa de solidariedade entre os Estados-Membros conduziu a uma maior desunião e colocou em risco os próprios triunfos do projeto europeu, como é o caso da livre circulação de pessoas e as suas vantagens económico-sociais.
Neste contexto, o presente artigo procura tirar certas conclusões sobre a segurança europeia e o verdadeiro poder da União Europeia no que respeita à gestão dos seus desafios atuais, e em particular à resolução da crise migratória e de refugiados.

Biografia Autor

Evanthia Balla, Universidade de Évora

Evanthia Balla has a PhD in Political Science and International Relations from the Catholic University of Lisbon, a Master’s in European Studies from the University of Reading and a Master’s in International Politics from the Université Livre de Bruxelles. She is a university professor and scientific researcher at Observare (Universidade Autónoma de Lisboa) and the Instituto Jurídico Portucalense (Universidade Portucalense, Porto) and a regular columnist at the Portuguese newspaper: o Jornal Económico (OJE). She has taught various courses at university level such as: European Union Law, Theory of International Relations and International Responsibility. She has been a consultant and researcher on EU legislation and EU business opportunities in Brussels, Lisbon and Athens. She speaks four languages: greek, portuguese, english and french.

Publicado
2020-04-28
Secção
Artigos