Grupos de pesquisa online na formação de professores-pesquisadores

produzindo conhecimento na cibercultura

  • Rosemary dos Santos Universidade do Estado de Rio de Janeiro (UERJ/FEBF)
  • Edméa Santos Universidade  Federal  Rural  do  Rio  de  Janeiro  (UFRRJ)
  • Dilton Ribeiro Couto Junior Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)
Palavras-chave: grupos de pesquisa online; pesquisa-formação na cibercultura; ambiências formativas; conversas online.

Resumo

Grupos de Pesquisas vinculados a programas de pós-graduação são ambiências formativas singulares e singularizantes para a formação de pesquisadores, principalmente no campo da Educação. Estudar junto, conviver e partilhar saberes no contexto de uma pesquisa institucional, participar de orientações coletivas, mobilizar multiletramentos científicos e organizar a difusão científica das pesquisas são apenas algumas das atividades cotidianas dos grupos de pesquisa. Com a advento da cibercultura, grupos de pesquisa vem atuando online, subvertendo limites e constrangimentos dos encontros face to face. Este artigo é fruto de uma pesquisa-formação na cibercultura que através do dispositivo da conversa online, buscou compreender como se instituem grupos de pesquisa online e como estes engendram suas dinâmicas curriculares. O campo de pesquisa aconteceu no contexto de um importante programa de uma universidade pública no Rio de Janeiro, Brasil. Os praticantes da pesquisa foram professores e estudantes que atuavam online com seus grupos de pesquisa. O repertório teórico-metodológico do estudo procurou bricolar a abordagem multirreferencial com as pesquisas com os cotidianos na cibercultura. O estudo constatou que os atos de ensinar e toda criação curricular passam necessariamente pela preocupação com a formação como experiência social, política, acadêmica e afetiva.

Biografias Autor

Edméa Santos, Universidade  Federal  Rural  do  Rio  de  Janeiro  (UFRRJ)

Professora Titular-Livre da Universidade  Federal  Rural  do  Rio  de  Janeiro  (UFRRJ).  Atua  no  Instituto  de  Educação  e  no Programa  de  Pós-Graduação  em  Educação  (PPGEDUC), na linha de pesquisa “Estudos Contemporâneos e Práticas Educativas”.

Dilton Ribeiro Couto Junior, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Doutor pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (ProPEd/UERJ). Pós-doutorando (bolsista PNPD/CAPES) no Programa de Pós-Graduação em Educação, Cultura e Comunicação em Periferias Urbanas (PPGECC) da UERJ/FEBF. Professor no PPGECC da UERJ/FEBF. É membro do Núcleo de Estudos Diferenças, Educação, Gênero e Sexualidades (NUDES).

Publicado
2020-05-25