Aprendizagem colaborativa no Ensino Superior:uma experiência em língua estrangeira na área do Turismo

Palavras-chave: Turismo; línguas estrangeiras; aprendizagem ativa e participativa; inovação pedagógica

Resumo

Considerando o futuro da indústria do Turismo e a necessidade de adaptar as competências dos estudantes do ensino superior à realidade profissional que os espera, o paradigma tradicional de ensino deve ir progressivamente incluindo metodologias e estratégias de aprendizagem ativa e participativa, procurando fomentar a autonomia do estudante e a sua responsabilização no processo de aprendizagem.

Este artigo relata uma experiência pedagógica desenvolvida junto de estudantes de licenciatura na área do Turismo, numa unidade curricular de língua inglesa, em que se desenvolveu uma metodologia de aprendizagem ativa e colaborativa, centrada nos estudantes e tendo o professor como facilitador do processo de aprendizagem.

Os resultados demonstram que os estudantes percecionam esta experiência como promotora da sua autonomia e de um trabalho mais colaborativo, no contexto de um processo de aprendizagem um pouco mais flexível que o habitual, mas revela também algumas fragilidades por parte dos estudantes, nomeadamente a nível da insegurança e da constante necessidade de feedback por parte do professor.

##plugins.generic.usageStats.downloads##

##plugins.generic.usageStats.noStats##
Publicado
2020-12-05
Secção
Estudos empíricos / investigações e práticas